O baú da rainha: objetos de Maria Antonieta serão leiloados em Versalhes!

Quando foi para a França na qualidade de esposa do herdeiro do trono, Maria Antonieta de Habsburgo-Lorena podia se gabar de ser uma das noivas mais ricas da Europa. Ela não só ganhara uma fortuna em joias de sua mãe, a imperatriz Maria Teresa da Áustria, como também recebeu todas as pedras e metais preciosos que haviam pertencido a Maria Josefa da Saxônia e a Maria Leszczyńska, antigas delfina e rainha da França, respectivamente. Ao longo dos anos, Antonieta aumentou consideravelmente essa coleção, bem como o seu guarda-roupas, que ocupava três cômodos do palácio de Versalhes. Com a Revolução, quase todos os seus objetos foram destruídos e/ou se perderam com o tempo. O que sobrou pode ser visto atualmente em museus e galerias da Europa e de outras partes dos mundo. Vez ou outra, algum de seus itens pessoais também aparece disponível para compra, como é o caso de um baú de viagens e de um guardanapo, que vão a leilão no dia 24 de maio de 2020, pela Maison Osenat, em Versalhes.

Alguns dos objetos que serão leiloados no dia 24: o baú de madeira de Maria Antonieta, um guardanapo que ela usou no dia da coroação de Luís XVI e uma pulseira de esmeraldas e diamantes, que pertenceu a Albert I da Saxônia.

Ao todo, serão leiloados neste domingo cerca de 180 objetos, entre os quais se encontra um souvenir da coroação do rei Luís XVI, ocorrida em 11 de junho de 1775. Se trata de um grande guardanapo em damasco, decorado com as flores de lis do brasão real, coroas e um buquê no centro. Consta que Maria Antonieta o teria utilizado na cerimônia de sagração de seu marido, um evento para o qual ela compareceu suntuosamente vestida, ostentando na cabeça um magnífico pouf (penteado que podia chegar a 1 m de altura). O valor estimado da peça gira em torno de 2.000 a 3.000 euros. Sua autenticidade, por sua vez, é comprovada por uma inscrição feita a tinta pelo capelão de Reims, monsenhor Coussy. A nota acompanha o guardanapo que serviu à rainha naquele dia quente de junho, quando a catedral de Reims estava apinhada de nobres e membros do Terceiro Estado, para presenciarem a coroação de seu novo rei.

Baú de madeira que pertenceu a Maria Antonieta. Como essa, exitem apenas mais duas peças gravadas com o nome da soberana.

Outro dos objetos leiloados é um baú de madeira, onde Maria Antonieta guardava seus itens de uso pessoal. Foi dentro de um cofre como este que ela despachou suas joias através do cabeleireiro Lèonard para a fronteira com Bruxelas, na expectativa de que conseguiria fugir da Revolução com sua família em 1791. Segundo a curadoria do palácio de Versalhes, existem apenas mais três peças como essa que pertenceram à soberana, gravadas com seu nome. Enquanto as outras estão em exposição, a terceira pode ser adquirida por um valor inicial de 8.000 a 10.000 euros. Além dela, serão vendidos também alguns pertences de outros membros da realeza, como uma valise que pertenceu a Maria Teresa da Espanha, bem como uma caixa de viagens que outrora fora propriedade de Maria Josefa da Saxônia. Um dos itens mais suntuosos, porém, é um bracelete de prata, cravejado com diamantes e esmeraldas, que foi dado de presente a Carolina de Holstein Gottorp por seu noivo, Albert I da Saxônia, em 18 de junho de 1853.

Fonte: PARIS MATCH – Acesso em 23 de maio de 2020.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s