“Vitória, A Rainha” – livro aborda o conflito entre os mundos público e privado na vida da famosa monarca!

BAIRD, Julia. Vitória, a rainha: a biografia íntima da mulher que comandou um Império. Tradução de Denise Bottmann. Rio de Janeiro: Objetiva, 2018. Vitória I do Reino Unido é certamente a soberana mais biografada da história da Inglaterra. De Agnes Strickland, no século XIX, a Julia Baird, em 2016, ela aparece como sujeito numa série…

“Suspeitas, ambição e inveja”: tensões e brigas marcaram os primeiros anos do casamento de Vitória e Albert!

Por: Renato Drummond Tapioca Neto “Vitória é precipitada demais para que eu consiga falar sobre minhas dificuldades. Ela não me ouve, mas fica furiosa e me cobre de críticas, acusando-me de suspeitas, falta de confiança, ambição, inveja etc. etc.” (apud BAIRD, 2018, p. 185), assim escreveu o príncipe Albert numa carta ao barão de Stockmar,…

Ranavalona I de Madagascar: a rainha destemida que os ingleses chamaram de “A Cruel”!

Por: Renato Drummond Tapioca Neto Entre as muitas distorções feitas à história do continente africano pelos colonizadores europeus, destaca-se o desrespeito para com suas figuras de liderança, especialmente as mulheres. Não raro podemos encontrar adjetivos como “assassina”, “louca”, “cruel” ou “selvagem”, entre outros, para definir líderes africanas que tiveram um papel de destaque na resistência…

Memorial dedicado à rainha Vitória em Leeds é pichado com as palavras “racista” e “assassina”!

“Racista, assassina e proprietária de escravos”, foram essas algumas das palavras pichadas no monumento dedicado à rainha Vitória no Hyde Park de Leeds, A escultura em bronze, situada na praça de Woodhouse Moor, amanheceu assim no dia 9 desse mês. O rosto da soberana aparece completamente desfigurado por tinta rosa, enquanto na base da estátua…

Nandi ka Bhebhe: a vida e os desafios da mãe solteira que se tornou rainha do povo Zulu!

Por: Renato Drummond Tapioca Neto Entre os séculos XVI e XVIII, as estruturas sociais, políticas e econômicas do continente africano passaram por intensa transformação, principalmente após a chegada dos primeiros europeus e as subsequentes tentativas de colonização. Esse processo, intensificado após o início da campanha imperialista levada ao cabo por países como Inglaterra, França, Bélgica,…

“Eu vivo apenas para amar você”: cartas rasuradas de Maria Antonieta ao conde Fersen são decifradas!

Por: Renato Drummond Tapioca Neto “Eu vivo apenas para amar você”, escreveu o conde sueco Hans Axel de Fersen para Maria Antonieta, rainha da França, em 1791. Na ocasião, a família real se encontrava prisioneira no palácio das Tulheiras, em Paris. Sua correspondência com o conde, bem como com outros príncipes e aliados estrangeiros, era…