Entre a Dama de Ferro e a Princesa do Povo: os desafios de Elizabeth II na quarta temporada de “The Crown”!

Por: Renato Drummond Tapioca Neto O momento mais aguardado pelos fãs da famosa série da Netflix, “The Crown”, parece finalmente ter chegado. No dia 15 de novembro de 2020, os telespectadores poderão sentir as tensões vividas pela rainha Elizabeth II do Reino Unido na década de 1980, quando duas outras personagens surgiram no cenário britânico…

Uma coroa de tristezas: paixão e declínio nas vidas de sete princesas marcadas pela tragédia! – Parte II

Por: Renato Drummond Tapioca Neto Quando pensamos em príncipes e princesas, nosso imaginário, talhado pelas histórias infantis, remete-nos àquele universo dos contos de fadas modernos, nos quais a mocinha e o herói precisam vencer as adversidades para encontrar seu final feliz. Quando olhamos para a História, porém, tomamos consciência de que o “felizes para sempre”…

Estadistas, Santas e Guerreiras: mulheres e a luta feminina pela independência do Brasil!

Por: Renato Drummond Tapioca Neto Durante séculos, o mundo da política, das armas e da guerra foi associado à construção da masculinidade. Espadas, punhais, rifles e pistolas eram símbolos que permitiam ao homem representar a sua virilidade através da violência e da conquista sexual. Neste universo, a participação das mulheres permanece bastante obliterada por uma…

Uma coroa de tristezas: paixão e declínio nas vidas de oito princesas marcadas pela tragédia! – Parte I

Por: Renato Drummond Tapioca Neto Quando pensamos em príncipes e princesas, nosso imaginário, talhado pelas histórias infantis, nos remete para aquele universo dos contos de fadas modernos, nos quais a mocinha e o herói precisam vencer as adversidades para encontrar seu final feliz. Quando olhamos para a História, porém, tomamos consciência de que o “felizes…

O Massacre de São Bartolomeu: como Catarina de Médici, Elizabeth I e Felipe II reagiram à chacina dos huguenotes na França?

Por: Renato Drummond Tapioca Neto Na madrugada do dia 24 de agosto de 1572, Diego de Zúñiga, embaixador espanhol na corte de França, escrevia freneticamente ao seu rei, Felipe II. Católico fervoroso, tal como seu amo, o diplomata emitia um despacho em que notificava com entusiasmo os terríveis assassinatos que aconteciam pelos bairros de Paris…