“Rainhas Trágicas”, livro de estreia de Renato Drummond Neto, ganha segunda edição!

Em 4 de julho de 2016, era lançado pela Vogais Editora (um selo de não-ficção da 20|20 Editora, de Portugal), o livro: “Rainhas Trágicas: quinze mulheres que moldaram o destino da Europa”. A obra nasceu a partir da experiência de quatro anos com o site Rainhas Trágicas, que foi criado em 2012 com a proposta de divulgar para o grande público as vidas de soberanas que ousaram desafiar as regras impostas pelo patriarcado ao sexo feminino. O livro também era a estreia do historiador Renato Drummond Neto no mundo editorial, na época mestrando em Memória pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Agora, “Rainhas Trágicas” ganhou uma segunda edição, com direito a um nova capa, cuja arte remete aos irresistíveis romances históricos ambientados no palco da corte renascentista; texto revisado e acréscimos que não constam na publicação de 2016. Com o subtítulo: “Uma Viagem pelos Perigos e Paixões de 15 Mulheres Que Ousaram Desafiar as Regras da Época em Que Viveram”, o livro aborda a trajetória de 15 soberanas célebres e mostra de que forma elas transcenderam as regras do período em que viveram, pagando, por vezes, um preço demasiado alto.

Arte da capa da nova edição de “Rainhas Trágicas”, livro de estreia do historiador Renato Drummond Neto.

Dessa vez, a obra vem ao público pela Penguin Random House Portugal, formada pela fusão com a antiga editora 20|20. Com 384 páginas, o lançamento da obra acontece no dia 21 de março de 2022. Os leitores portugueses poderão mais uma vez embarcar nas vidas de Isabel de York; Margarida de Valois; Isabel I de Castela; Vitória do Reino Unido; Joana I de Castela; Maria I de Portugal; Ana Bolena; Maria I de Inglaterra; Isabel I de Inglaterra; Maria Stuart; Catarina de Médici; Maria Antonieta; Carlota Joaquina; Amélia de Leuchtenberg; e Maria Leopoldina de Áustria. Quanto aos leitores brasileiros, em breve o título deve ficar disponível em formato e-book, o que facilita a aquisição do conteúdo da obra para quem não reside em Portugal. Não obstante, o livro conta com novas notas explicativas, correções de alguns equívocos cometidos na primeira edição e textos adicionais em cada capítulo, permitindo assim maior aprofundamento nas vidas de mulheres cujos caminhos se entrecruzam como uma verdadeira colcha de retalhos. Da Guerra Das Duas Rosas à chamada Era Vitoriana, “Rainhas Trágicas” aborda a história de uma forma clara e objetiva, buscando maior conforto para a experiência de leitura.

Leia abaixo a sinopse fornecida no site da Penguin Random House Portugal:

Uma rainha deveria ser recatada, inspirar respeito e admiração e ser um modelo de virtude para todas as mulheres do reino. Enquanto princesa, recebia uma educação que a preparava para servir ao marido e ao Estado. Uma vez mulher do monarca reinante, a sua principal obrigação era prover a Coroa de herdeiros varões. Contudo, algumas soberanas que dominaram a Europa do século XVI ao século XIX decidiram romper com o padrão de retidão feminina que lhes fora imposto, adotando uma nova conduta social e mudando o rumo da História.

O presente livro é composto por 10 capítulos, cada um apresentando o perfil de uma soberana, seja ela uma rainha consorte, regente ou reinante. A intenção subjacente à obra é apresentar ao público uma análise da vida destas monarcas à luz das recentes pesquisas desenvolvidas na área da História das Mulheres, contribuindo assim para a desconstrução de estereótipos que, por sua vez, mancharam a representação destas figuras femininas ao longo dos séculos. Vivendo em diferentes épocas, mulheres como Ana Bolena, Maria Antonieta, Margarida de Valois e Carlota Joaquina romperam com os padrões de submissão feminina e aproveitaram a sua posição social privilegiada para lutar por aquilo que queriam. As consequências dos seus atos considerados transgressores, porém, deixaram uma marca na História, transformando essas rainhas em personagens irresistíveis do imaginário popular. A mistura de poder e tragédia que liga suas vidas oferece ao leitor uma combinação instigante e, ao mesmo tempo, apaixonante.

2 comentários sobre ““Rainhas Trágicas”, livro de estreia de Renato Drummond Neto, ganha segunda edição!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s