Elizabeth II agradece aos tributos em memória de Philip, mas pede que o dinheiro gasto com flores seja aplicado em ações de caridade!

Por: Renato Drummond Tapioca Neto

Desde que a notícia da morte do príncipe Philip foi anunciada na manhã de sexta-feira, dia 9 de abril de 2021, muitos se questionaram como a rainha Elizabeth II estaria reagindo ao impacto da perda. Afinal, ela e o duque de Edimburgo estiveram casados por mais de 73 anos e construíram uma família numerosa. Vivendo em reclusão no castelo de Windsor, a soberana, que completa 95 anos no dia 21 de abril, passou os últimos instantes da vida do marido ao seu lado. Assim que o comunicado oficial do falecimento foi emitido pelo Palácio de Buckingham, diversos ingleses se dirigiram aos portões das residências reais para depositar ramos de flores, em tributo ao príncipe. Contudo, a rainha estaria preocupada com a aglomeração de pessoas nos locais, em decorrência da pandemia de coronavírus. Em vez de comprar flores, ela pediu para que seus súditos aplicassem o dinheiro em ações de caridade. Dessa forma, estariam honrando a memória do finado duque, de 99 anos.

Fotografia da rainha Elizabeth II e do príncipe Philip, tirada no parque do castelo de Windsor em 2020, no início da pandemia de coronavírus.

Em outras circunstâncias, um livro de condolências ficaria exposto na entrada de cada um dos palácios. Mas, devido às medidas restritivas, uma versão online foi disponibilizada pelo site oficial da família real. Caso você queira enviar uma mensagem de conforto para a soberana, basta CLICAR AQUI. De acordo com um porta-voz do Palácio de Buckingham:

Durante a pandemia de coronavírus, e à luz dos atuais conselhos do governo e diretrizes de distanciamento social, os arranjos funerários e cerimoniais modificados para Sua Alteza Real o Duque de Edimburgo estão sendo considerados por Sua Majestade a Rainha. Os detalhes serão confirmados oportunamente.

Tendo em mente a segurança e o bem-estar do público, e de acordo com as diretrizes do Governo, os membros do público são convidados a não se aglomerar em multidões. Aqueles que desejam expressar suas condolências são convidados a fazê-lo da forma mais segura possível, e não se reunirem nas Residências Reais.

Durante esse tempo, a Família Real pede que o público considere fazer uma doação para uma instituição de caridade, em vez de deixar tributos florais em memória do Duque de Edimburgo.

Um Livro de condolências online já está disponível no site royal.uk para aqueles que desejam enviar uma mensagem pessoal de condolências: https://bit.ly/3rZF8tT

As bandeiras da União foram hasteadas a meio mastro em todas as residências reais que ostentam a bandeira da União. O Estandarte Real continuará voando no Castelo de Windsor, onde a Rainha está residindo.

Segundo o costume, os funerais para os membros da realeza são planejados com muita antecedência. Seus detalhes, porém, são mantidos em sigilo absoluto até que o momento chegue. Sabe-se que a despedida organizada para o príncipe Philip atende pelo codinome de “Forth Bridge”. Mas, devido às restrições impostas pelas regras de distanciamento social, o plano deve sofrer algumas alterações.

O último evento que o príncipe Philip participou foi o casamento de sua neta, a princesa Beatrice de York, em 17 de julho de 2020.

Desde 2017, quando se aposentou dos seus deveres para com a realeza, as aparições do duque de Edimburgo se tornaram cada vez mais escassas. No ano passado, ele posou com sua esposa para uma foto tirada no parque do castelo de Windsor, no início da pandemia. Em seguida, ele também foi visto no casamento de sua neta, a princesa Beatrice, no dia 17 de julho de 2020. A última imagem oficial do príncipe foi divulgada por ocasião do natal, na qual ele e a rainha aparecem lendo os cartões enviados pelos seus bisnetos, George, Charlotte e Louis. Atualmente, o corpo de Philip repousa no castelo de Windsor, onde ele viveu durante seus últimos meses. O marido da rainha retornou para lá no dia 16 de março, após passar por uma delicada cirurgia no coração. Alguns informantes atestam que o duque sofria com problemas cardíacos há alguns anos, mas apenas em fevereiro ele concordou com a internação, por não se sentir bem. O funeral deverá acontecer na Capela de São Jorge, em Windsor, de acordo com o desejo do falecido. A cerimônia será organizada pelo College of Arms, uma corporação que desempenha papel importantíssimo nesse tipo de planejamento.

Última fotografia oficial divulgada da rainha Elizabeth II ao lado de seu marido, o príncipe Philip. Na imagem, o casal lê os cartões de natal enviados por seus bisnetos, George, Charlotte e Louis.

Atentos às medidas restritivas, o College of Arms emitiu uma nota pedindo “lamentavelmente” para que “os membros do público não tentem comparecer ou participar de qualquer um dos eventos que compõem o funeral”. Aconselhamento semelhante foi dado pelo Governo: “Embora este seja um momento extraordinariamente difícil para muitos, estamos pedindo ao público que não se reúna nas Residências Reais e continue a seguir os conselhos de saúde pública, especialmente sobre como evitar reuniões em grandes grupos e minimizar as viagens”. Em seguida, o porta-voz do Governo acrescentou: “Estamos apoiando a Casa Real em pedir que tributos florais não sejam colocados nas Residências Reais neste momento”. Em todo o Reino Unido, saudações com tiros serão disparadas no sábado, ao meio-dia, segundo informação dada pelo Ministério da Defesa. “O público é encorajado a observar as saudações de arma de fogo em casa, elas acontecerão a portas fechadas, mas serão transmitidas online e na televisão”, acrescentou o comunicado.

Flores postadas em tributo ao príncipe, nos portões do Palácio de Buckingham. A rainha pediu para que o dinheiro gasto com os buquês seja aplicado em ações de caridade.

Tendo em vista o atual cenário pandêmico, o príncipe Philip não receberá um funeral com honras de Estado. Em vez disso, apenas 30 pessoas terão autorização para tomar assento na cerimônia, incluindo o príncipe Harry, que deve retornar dos Estados Unidos especialmente para essa ocasião. Estarão presentes apenas membros da família, amigos e os assessores mais próximos do duque. As bandeiras nos palácios reais serão hasteadas a meio mastro até as 8h00 do dia seguinte ao funeral de Philip. Isso inclui todas as bandeiras “oficiais” do Reino Unido: a Union Jack, as bandeiras da Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte, além de insígnias e cores dos navios. Outras bandeiras postadas acima da maior parte dos prédios governamentais, incluindo o número 10 da Downing Street, também serão abaixadas. O funeral do duque de Edimburgo deve acontecer no próximo dia 17 de abril, na Capela de São Jorge, no castelo de Windsor.

Fontes:

CNN – Acesso em 09 de abril de 2021.

Royal Central – Acesso em 09 de abril de 2021.

Um comentário sobre “Elizabeth II agradece aos tributos em memória de Philip, mas pede que o dinheiro gasto com flores seja aplicado em ações de caridade!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s