Vestindo uma rainha: tecido que possivelmente foi usado por Elizabeth I será exibido ao público!

Elizabeth I da Inglaterra pode ser considerada uma das rainhas mais icônicas da história da Europa. Por meio da arte e da literatura, ela construiu uma imagem de soberania que costuma ser identificável até mesmo em adaptações modernas. Afinal, quem, ao ver a caricata figura da rainha de copas no filme “Alice no país das Maravilhas” (2010), interpretada por Helena Bonham Carter, não se recorda automaticamente da última monarca da dinastia Tudor? Com perucas, laços e metros e metros de seda e veludo, Elizabeth I fez da moda uma poderosa arma de expressão política, muito antes de Luís XIV ou Maria Antonieta. No entanto, é curioso que poucas peças de seu vestuário tenham sobrevivido até os dias de hoje. Nenhum vestido seu restou para nos dar o testemunho de sua graça e imponência, exceto, talvez, um pano de altar preservado por séculos na Igreja de St. Faith, em Bacton (Herefordshire), que teria pertencido a um dos trajes da soberana inglesa.

De acordo com o inventário dos bens de Elizabeth I, feito por ocasião de sua morte em 1603, o guarda-roupas da rainha reunia cerca de 2.000 vestidos, feitos sob medida e com os materiais mais deslumbrantes, como tecidos de ouro, arminho e fios de pérolas. Com a ascensão de James VI da Escócia e I da Inglaterra, a maior parte desse material foi reutilizado em outras peças ou presenteado. Nos anos da chamada Revolução Puritana, o parlamentar Oliver Cromwell desmontou e vendeu quase todos objetos reais, de modo que pouquíssimos itens que faziam referência aos reis Tudor restaram. Até que no ano de 2016, Eleri Lynn, curadora do Historic Royal Palaces da Inglaterra, encontrou um tecido de seda bordado que, após muito pesquisa, concluiu-se que foi usado pela própria rainha Elizabeth.

De acordo com o Degana Alberge, do Telegraph, o tecido provavelmente foi parar em Bacton graças à associação da aldeia com Blanche Parry, uma das assistentes de longa data do dos reis Tudor. Parry, que nasceu em Bacton por volta de 1508, cuidava de Elizabeth desde quando ela era um bebê de colo e permaneceu ao seu serviço até falecer, em 1590. De acordo com Lynn, é possível que as damas de companhia de Elizabeth tenham enviado o tecido à igreja da cidade natal de Parry, na esperança de prestar uma homenagem à sua amiga.

O tecido de seda prateada, bordada com fios de ouro e prata, foi cortado de uma forma que sugerisse a presença de duas camadas de saia, corpete e mangas, o que lembra bastante o vestido usado por Elizabeth no chamado “Retrato do Arco-Íris”. Pintado por o artista Marcus Gheeraerts, o Jovem, por volta de 1600, o trabalho carregado de símbolos apresenta uma monarca aparentemente sem idade, no auge de seu poder. Esta imagem cuidadosamente cultivada, semelhante à que é vista em muitos retratos posteriores da rainha, se esforça para manter o mito da beleza juvenil de Elizabeth, mascarando as marcas da velhice. De acordo com o palácio de Hampton Court, o retrato, emprestado de Hatfield House, será exibido ao lado do pano de altar da Bacton, bem como com uma réplica do vestido original, ao qual o tecido teria pertencido.

Por outro lado, conforme Lynn explica, não há provas documentais que apoiem a ideia de que o tecido pertencia de fato a Elizabeth ou a Parry. Ainda assim, ela escreve, os registros mostram que a rainha frequentemente presenteou sua amada atendente com várias decorações e talvez “reteve afeto suficiente por Blanche para doar o valioso tecido de saia em memória dela.” O acabamento excepcionalmente habilidoso do tecido “sugere que foi planejado para o nível mais alto de clientes ”, observa Lynn, salientando que Elizabeth impôs leis suntuárias que proibiam outras mulheres de usar tais enfeites. O fato de que foi usado como um item sagrado e, portanto, reverenciado por religiosos e fieis, reforça ainda mais o argumento para suas origens reais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s