Objetos de Maria Antonieta serão leiloados!

Por: Renato Drummond Tapioca Neto

Em Paris, hoje (um dia depois de seu aniversário de morte), vai a leilão alguns objetos que outrora pertenceram à Maria Antonieta, última rainha do regime absolutista em França, decapitada em 16 de outubro de 1793. Conhecida pelo seu luxo e extravagância, Maria Antonieta tornou-se um ícone fashion de seu tempo, ao popularizar vestidos e penteados até hoje recriados por artistas e estilistas de toda a parte do globo. Nas palavras da Condessa de Boigne:

“Ser a mulher mais à la mode de todas parecia (a Maria Antonieta) a coisa mais desejável que se poderia imaginar; e essa fraqueza, indigna de uma grande soberana, foi a única causa de todos os defeitos exagerados que o povo tão cruelmente lhe atribuiu” (BOIGNE, apud Weber, 2008, pag. 6).

Pouquíssimas peças do vestuário de Maria Antonieta Sobreviveram à revolução. Seu guarda-roupas, que já chegou a ocupar três dos cômodos do Palácio de Versalhes, foi completamente destruído quando a população de Paris invadiu as Tulheiras em 20 de Junho de 1792, fazendo com que a família real se refugiasse na Assembléia, para posteriormente ser encarcerada na Torre. Os objetos em questão atestam a riqueza em que a monarquia vivia, e servem como símbolo do contraste entre o requinte da corte e a pobreza do terceiro estado.

Maria Antonieta acumulou vários itens de vestuário, como roupas e jóias, livros e obras de arte!

Maria Antonieta acumulou vários itens de vestuário, como roupas e jóias, livros e obras de arte!

Caroline Weber, autora de uma biografia que traça um perfil psicológico da rainha através de suas escolhas de roupa, diz que Maria Antonieta e seus “ministros da moda” (a modista Rose Bertin e o cabeleireiro Lèonard) eram ao mesmo tempo canalizadores de desprezo do terceiro estado e criadores de tendências a serem seguidas por toda nobreza europeia. Segundo  Cyrille Boulay, especialista de arte, “aqueles que compram objetos de Maria Antonieta, ou de outras figuras Históricas, têm a sensação de ter algo lendário”, e continua dizendo que “pensar que estes sapatos pertenceram a uma rainha, e sobreviveram ao tempo para serem vendidos hoje, 200 anos depois, é fantástico”.

tecido

Para Conferir o vídeio do noticiário da BBC Brasil sobre o leilão, clique aqui.

Bibliografia Consultada:

WEBER, Caroline. Rainha da Moda: como Maria Antonieta se vestiu para a Revolução. Tradução de Maria Luiza X. De A. Borges. 1ª edição. Rio de Janeiro: Zahar, 2008

Agradecimentos a Martha Silva por nos alertar sobre a notícia!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s