A viagens de Elizabeth: uma retrospectiva das turnês da rainha da Inglaterra pelo mundo!

A rainha Vitória, cujo período no trono se estendeu de 1837 até 1901, pode ter reinado sobre cerca de 70 territórios, mas durante todo esse tempo ela nunca deixou a Europa. Em vez disso, preferia enviar seus filhos para representa-la em países como o Canadá, os Estados Unidos e a Índia. De lá pra cá, o grande império britânico foi aos poucos desmoronando, em decorrência das duas Guerras Mundiais, ocorridas na primeira metade do século XX, contribuindo assim para a formação de movimentos nacionalistas nos continentes africano e asiático. Prova disso é que, ao contrário de sua trisavó, a atual rainha Elizabeth II é chefe de apenas 17 Estados, que fazem parte da Comunidade de Nações Britânicas. Para mantê-las unidas sob o cetro real, a monarca, ao longo de seus 68 anos de reinado, visitou países dos quatro cantos do mundo, representado o governo eleito democraticamente, de acordo com as suas funções previstas enquanto soberana constitucional. Nessa matéria, selecionamos algumas da visitas mais marcantes, feitas pela rainha e sua família, ao longo de quase sete décadas.

ESTADOS UNIDOS, 1951

Enquanto a saúde do rei George VI declinava, ele sentiu que chegara o momento de passar aos poucos as responsabilidades representativas da Coroa para a sua filha e herdeira, Elizabeth. Em 1951, ela e o seu marido, Philip, duque de Edimburgo, com quem já estava casada há quase quatro anos, fizeram uma turnê pelo Canadá, partindo em seguida para a capital dos Estados Unidos, Washington D.C. Durante a visita, o casal de príncipes foi calorosamente recebido pelo presidente Harry S. Truman e por uma multidão entusiasmada, que saudava a comitiva real por onde quer que ela passasse.

AUSTRÁLIA, 1954

Retrato da rainha Elizabeth II e do duque de Edimburgo, com a tripulação do HMAS Australia battlecruiser, perto de Cairns, Queensland, em 13 de março de 1954.

Um dos países que até hoje integra a Comunidade de Nações Britânicas, em 1954 a Austrália recebeu a primeira visita real da soberana desde que ela havia se tornado rainha, em 1952. Seguida pelo HMAS Australia, um dos cruzadores que escoltavam o iate real durante a turnê mundial da coroação, Elizabeth II percorreu 70 cidades e e vilas do país, durante 58 dias de viagem. Esta foi a primeira das 16 visitas que ela faria por aquela região.

MALTA, 1954

A rainha Elizabeth II em turnê em Malta, com sua família, em 1954.

Ao lado do pequeno príncipe Charles, da princesa Anne e de sua prima, Lady Mountbatten, a rainha vistou Malta em 1954 para se encontrar com o príncipe Philip. Chegou a tempo de ver o consorte jogar uma partida de pólo da marinha contra o time do exército. Com efeito, aquela fora a sua primeira visita à Ilha como rainha coroada e a ocasião foi muito comovente para Elizabeth, uma vez que Malta tinha sido o único lugar fora da Grã-Bretanha que ela havia chamado de “lar”. Dizem que a soberana se apaixonou pelo território quando lá esteve anteriormente, durante seus anos de recém-casada. Ela amava a liberdade longe dos holofotes, vivendo ali uma existência relativamente normal como esposa de um membro da marinha.

ÍNDIA, 1961

Queen Elizabeth II in Delhi, India, 1961

A rainha Elizabeth II faz uma excursão de inspeção em um comício do Corpo de Cadetes Nacionais da Índia, acompanhada pelo primeiro-ministro indiano Jawaharlal Nehru, em Delhi, Índia, janeiro de 1961.

Em Ramlila Grounds, do outro lado da Antiga Delhi, mais de 250.000 pessoas se agruparam para saudar a rainha. Embora a Índia fosse um país independente há mais de uma década, seu governo não cortou laços com o antigo colonizador. Algo que pode ser comprovado pela entusiasmo com que seus habitantes receberam a soberana em 1961. A turnê, que também adicionou o Paquistão ao seu roteiro, durou seis semanas, marcadas por recepções calorosas por onde quer que Elizabeth II passasse. Desfiles espetaculares, banquetes suntuosos, passeios de elefante e corridas a cavalo foram preparadas para recepcionar a soberana.

BRASIL, 1968

A rainha Elizabeth II e o presidente do Brasil, Costa e Silva.

No auge da ditadura militar (implantada no governo brasileiro por meio de um golpe de Estado, em 1964), a rainha Elizabeth fez a sua primeira e única viagem ao Brasil, em 1968, durante o governo Costa e Silva. A visita fazia parte de um programa mais extenso, passando por países da América Latina, incluindo a Argentina. Elizabeth visitou Pernambuco, Salvador, São Paulo (onde visitou o monumento ao Centanário da Independência e Inaugurou a Pinacoteca) e o Rio de Janeiro. Neste último, ela inaugurou a construção da ponte Rio-Niterói e se encontrou com o rei do futebol, Pelé. A passagem da soberana também foi marcada por algumas gafes: durante uma recepção oferecida pelo presidente, ele não conseguiu pronunciar corretamente o hino God Save The Queen. Futuramente, seus filhos e netos viriam ao Brasil, representando o Reino Unido da Grã-Bretanha.

NOVA ZELÂNDIA, 1970

A década de 1970 foi um dos períodos em que a rainha mais viajou, representando o Reino Unido em outros países. Em uma exibição da cultura Maori, em Gisborne, na Ilha do Norte, Elizabeth II fez o seu primeiro “passeio” de destaque por uma grande multidão, conversando com as pessoas e aceitando buquês de flores das crianças. A rainha quebrou vários códigos de protocolo naquele dia, ao seu expor publicamente de forma tão íntima com os seus súditos. Futuramente, essas caminhadas se tornariam mais frequentes nas outras viagens da soberana.

HONG KONG, 1975

O presidente chinês, Jiang Zemin, aperta a mão do príncipe Charles, 1997

O presidente chinês Jiang Zemin (à esquerda) aperta a mão do príncipe Charles, enquanto o primeiro-ministro britânico, Tony Blair, observa, em 1 de julho de 1997.

Em 1975, Elizabeth II fez a primeira de suas duas únicas visitas à antiga província chinesa, cuja soberania foi devolvida oficialmente pelo príncipe Charles, em 1997. Na imagem em destaque, podemos observar o príncipe de Gales apertando a mão do presidente chinês, após fazer o seu discurso de despedida da China em nome de sua mãe.

PACÍFICO SUL, 1982

Tradicionalmente, a rainha era trazida do iate real Britannia através de canoas até o remoto território de Funafuti, em Tuvalu. No ano de 1982, seu itinerário de visitas também incluiu outros territórios da Comunidade de Nações, como Papua na Nova Guiné, as Ilhas Salomão, Nauru, Kiribati e Fiji.

FIJI, 1982

A rainha termina a sua viagem de um mês pelo Pacífico Sul com uma inspeção da Guarda de Honra no aeroporto de Nadi, em Fiji, antes de partir para Londres. Esta é a sexta visita de seu reinado, numa época em que Fiji ainda era um Estado soberano dentro da Comunidade das Nações. Declarando-se uma república em 1987, o Grande Conselho de Chefes de Fiji continuou a reconhecer Elizabeth II como sua “Tui Viti”, ou seja, Rainha de Fiji, por vários anos.

FRANÇA, 1992

A Rainha Elizabeth II sorri quando o presidente francês François Mitterrand a recebe no Palácio do Eliseu, Paris, 9 de junho de 1992. (Foto de Joel Robine / AFP via Getty Images)

A Rainha Elizabeth II sorri quando o presidente francês, François Mitterrand, a recebe no Palácio do Eliseu, em Paris, a 9 de junho de 1992.

Na companhia do presidente Mitterand, Elizabeth II fez em uma visita de quatro dias à França em 1992. Poucos sabem, mas a rainha fala francês fluentemente, algo que pôde ser notado durante sua passagem por Paris, Blois e Bordéus. Contudo, ela permanecia em silêncio diplomático, a respeito das discussões em torno do Tratado de Maastricht e da União Europeia.

MALÁSIA, 1998

Os massivos protestos de longa data contra o governo de Barisan Nasional coincidiram com a chegada da monarca para os Jogos da Commonwealth. A visita , que incluiu uma “ligação de cortesia” com o primeiro-ministro do país, transcorreu conforme o previsto, apesar dos confrontos furiosos.

CANADÁ, 2002

A rainha terminou o ano de seu Jubileu de Ouro (50 anos de reinado) com uma visita ao mais novo território de seu reino, Nunavut. Mantendo uma tradição de viagens reais para aquele país que remontavam ao príncipe William (mais tarde William IV) no século XVIII, o Canadá é o lugar que Elizabeth visitou fora da Inglaterra mais do que qualquer outro – 22 viagens até hoje! O futuro da monarquia lá é menos certo: uma pesquisa de 2015 revelou que 39% dos canadenses são a favor de sua abolição após a morte da soberana.

NIGÉRIA, 2003

Em sua primeira visita desde 1956 (quatro anos antes de o país se tornar independente da Grã-Bretanha), e em meio a preocupações com um possível ataque da Al-Qaeda, o contato da rainha com os nigerianos se limitou ao encontro com alguns atores em uma cidade cenográfica para uma novela da BBC.

EUA, 2007

Rainha Elizabeth II no controle da missão do Centro Espacial Goddard da NASA, 2007

A Rainha Elizabeth II e o astronauta da NASA Mike Foale conversam com os astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional, durante uma visita ao controle da missão do Centro Espacial Goddard da NASA, em Maryland, em 8 de maio de 2007.

“Bom dia, Vossa Majestade”, disseram os astronautas Sunita Williams, Fyodor Yurchikhin e Oleg Kotov, a bordo da Estação Espacial Internacional. Eles cumprimentam a rainha no controle da missão do Centro Espacial Goddard da NASA, em Maryland.

UGANDA, 2007

Em meio a preocupações com a sua segurança, a rainha visitou Uganda pela primeira vez desde os dias do domínio colonial. Independente desde 1962, o país se demonstrou extasiado com a aparição da monarca e lhe deu suas boas-vindas, com meio milhão de pessoas aglomeradas nas margens das estradas, enquanto Elizabeth visitava um centro de cuidados para órfãos da Aids e abria o Encontro de Chefes de Comunidade.

ESLOVÁQUIA, 2008

Rainha Elizabeth na Eslováquia, 2008

A rainha Elizabeth II acompanhada pelo presidente eslovaco Ivan Gašparovič (à direita) e pelo prefeito de Vysoké Tatry Jan Mokos (à esquerda), durante sua viagem à estação de esqui Hrebienok, em 2008.

A rainha e o príncipe Philip foram escoltados em uma visita de dois dias pelo presidente Ivan Gasparovic. Essa foi a primeira visita do casal desde que o país conquistou sua autonomia da antiga Tchecoslováquia, em 1993. No banquete dado em sua honra, a rainha falou dos antigos problemas enfrentados pelos eslovacos: “apanhada entre uma linha que dividiu o leste do oeste por tanto tempo, Eslováquia agora está assentada em um seguro território europeu em tempos menos turbulentos”.

ALEMANHA, 2015

Em 2015, a rainha colocou uma coroa de flores no memorial Neue Wache, em Berlim, durante uma excursão de quatro dias que também incluiu uma viagem ao antigo campo de concentração nazista de Bergen-Belsen . Durante seu discurso, proferido aos convidados em um jantar oficial de estado (entre os quais se encontrava o primeiro-ministro britânico, David Cameron, e a chanceler alemã, Angela Merkel), Elizabeth disse: “Em nossas vidas, vimos o pior, mas também o melhor de nosso continente”. Desde esse ano, a rainha não viaja mais para o exterior. Em vez disso, ela deixa as visitas ao encargo de seus filhos e netos. Ela fez sua última viagem em novembro de 2015, quando ela e o príncipe Philip viajaram para Malta, antes do Encontro de Chefes de Governo da Comunidade Britânica. Malta é considerado um dos países favoritos da rainha, depois que o casal morou lá no início do casamento. Eles mantiveram residência real em Malta de 1949 a 1951, quando o príncipe Philip serviu na Marinha Real.

Referências:

MARR, Andrew. A real Elizabeth: uma visão inteligente e intimista de uma monarca em pleno século 21. Tradução de Elisa Duarte Teixeira. São Paulo: Editora Europa, 2012.

MEYER-STABLEY, Bertrand. Isabel II: a família real no palácio de Buckingham. Tradução de Pedro Bernardo e Ruy Oliveira. Lisboa, Portugal: Edições 70, 2002.

Queen Elizabeth II on Tour. 2020. – Acesso em 02 de setembro de 2020.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s