Animações brilhantes mostram a história da construção da Acrópole e do Pártenon em Atenas!

Por: Renato Drummond Tapioca Neto

A Acrópole de Atenas é uma das cidadelas mais antigas que ainda existem. Sua construção remonta cerca de 3.500 anos antes de Cristo, o que a torna mais velha que a Grande Pirâmide de Quéops, no Egito. Na antiguidade, a Acrópole simbolizava o poder e a influência de Atenas sob as demais cidades-Estado gregas. Esse magnífico conjunto, localizado num afloramento rochoso com mais de 490 pés acima do nível do mar, começou como uma simplória fortificação estratégica, até passar no período clássico (século V a.C.) por um processo de reforma, que envolveu tanto questões políticas quanto religiosas. Uma variedade de templos foram então erguidos naquele local, incluindo o Pártenon, o Erecteion e o Propileu. Nesses 5.500 anos de existência, a Acrópole sobreviveu a várias guerras e ao próprio tempo, deixando para nós hoje um testemunho da arquitetura grega de outrora. Para demonstrar o processo de construção e a história da Acrópole e do Pártenon, selecionamos dois vídeos incríveis em 3D, que contam com riqueza de detalhes os principais eventos que alteraram a estrutura desse impressionante conjunto de edifícios ao longo dos séculos.

O primeiro dos vídeos (com 6 minutos e 28 segundos de duração) é uma espécie de combinação de lapso-temporal com animação, e todo o arranjo visual (desenvolvido pela equipe do Ancient Athens 3D) foca na história da própria Acrópole. Conforme mencionado no parágrafo anterior, sua construção começou a pelo menos 3.500 anos a.C., quando os primeiros grupos de pessoas se fixaram na região da futura Atenas, de acordo com certas evidências do período Neolítico, que apontam que a ocupação humana na Grécia teria começado pela região da Ática. Nesse processo, a Acrópole foi erguida numa elevação rochosa, usada como ponto estratégico para prevenir ataques. Deixemos agora as pedras contarem sua própria história, ou melhor, que a animação conte por elas:

A primeira estrutura massiva construída no topo da Acrópole possivelmente foi o mégaro (ou megaron), um complexo de palácios associado aos micênicos, erguido durante a Era do Bronze (c. 1200 a.C.). Logo esse complexo seria guarnecido por uma imponente muralha, que se estendia aproximadamente por 750 metros ao redor da Acrópole e tinha 10 metros de altura. Já do ponto de vista estrutural, esse gigantesco monumento de defesa possuía dois parapeitos construídos a partir de dois grandes blocos de pedra, fundidos por uma argamassa de terra chamada de “emplekton”. A Acrópole foi então recebendo mais atenção de governantes e rebeldes, devido ao seu local estratégico.No século VI a.C, foi construído no topo do Acrópole o primeiro templo, dedicado a Palas Atena, deusa protetora da cidade. Também conhecido como Hekatompedon, o edifício em estilo dórico,  construído em pedra calcária, possuía características bastante peculiares, como a escultura de uma homem-serpente de três corpos e barba azul. À construção do Hekatompedon se seguiu, no ano de 520 a.C., o Arkhaios Neōs, conhecido como “antigo templo de Atena”, embora sua edificação fosse mais recente que a do Hekatompedon.

Com efeito, no século V a.C, a Acrópole passou por significativas transformações, primeiramente devido à invasão persa e o incêndio de Atenas, depois pelo ambicioso programa de construções adotado por Péricles. Esses eventos serão tratados mais detalhadamente na segunda animação, que mostra a história do Pártenon. Durante a dominação romana, a Acrópole passou por um processo de renovação, com a edificação de novas seções, a exemplo do Templo de Roma e Augusto, uma construção relativamente pequena com um edifício redondo, erguido por volta de 26 d.C. Tempos depois, em 161 d.C., o aristocrata “grego” e senador romano, Atticus Herodes, comissionou a construção do anfiteatro Odeon. Já no ano de 363, o imperador Juliano, o Apóstata, ordenou a renovação completa do Pártenon, conforme veremos no vídeo a seguir (de 7 minutos e 33 segundos), financiado pelo Ministério de Cultura Grega:

Dedicado à deusa Palas Atena, divindade da sabedoria, coragem e guerra, o Pártenon é, em muitos sentidos, um monumento que simbolizava o poder e antiga glória de Atenas. Sua estrutura grandiosa, concluída por volta de 438 a.C., possuía 228 x 101 pés de dimensão, ocupando assim quase metade da área de um campo de futebol moderno. Foi erguido no lugar do antigo Hekatompedon, também dedicado à deusa. Sua construção refletia o otimismo dos atenienses naquele final do século V a.C., quando a cidade atingiu um alto nível de prosperidade econômica e militar, depois da derrota dos persas. O Pártenon foi então projetado para comemorar a supremacia ateniense e sua liderança sob as demais cidades-Estado gregas, que custearam (sem saber) a construção do monumento. De acordo com o historiador Tucídides, em sua narrativa contemporânea, por ordem de Péricles, uma estátua em ouro maciço da deusa Atena foi erguida dentro do Pártenon, feita a partir de toneladas de moedas pertencentes ao fundo da Liga do Peloponeso. Havendo necessidade de dinheiro, a estátua poderia ser derretida para cunhar novas moedas.

Com as guerras entre gregos e persas e gregos contra gregos, a cidade de Atenas, assim como o Pártenon, foi bastante  depredada. Sob dominação romana, o prédio foi restaurado à sua antiga forma. Em 520 d.C., com a ascensão do cristianismo, foi transformado em Igreja de Santa Sophia, e, no século XIII, em “Notre-Dame” de Atenas. Depois, passou para o domínio dos turcos, no século XV. Quase 200 anos depois, uma guerra entre turcos e venezianos teve consequências gravíssimas na estrutura do Pártenon, que foi parcialmente destruído. No início do século XIX, as esculturas que ali ainda restavam foram retiradas. Hoje, o que resta do monumento é apenas a ruína do glorioso edifício que um dia foi, sendo considerado o maior exemplo sobrevivente da arquitetura dórica.

animations_timeline_acropolis_parthenon_athens_3

Fonte da notícia: Realm of History – Acesso em 21 de setembro de 2016.

Outras fontes: Odysseus.Culture / Calvin College / UNESCO / Sacred-Destinations /GreatBuildings – Acesso em 21 de setembro de 2016.

Anúncios

Um comentário sobre “Animações brilhantes mostram a história da construção da Acrópole e do Pártenon em Atenas!

  1. Eu amo essas animações! Uma vez vi uma sobre a construção do Coliseu. Gostei tanto que usei em uma apresentação de trabalho no meu curso de inglês (e claro que me embananei toda pra falar o que tinha que falar em inglês kkkkkkkkkkk)

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s