O Bicentenário da emancipação política do Brasil: quais independências nós devemos comemorar?

Por: Renato Drummond Tapioca Neto Em 1888, o pintor Pedro Américo finalizava sua famosa tela “Independência ou Morte”, uma obra encomendada pelo conselheiro Joaquim Inácio Ramalho. O quadro, que mede 4,15cm por 7,60cm, apresenta a imagem da Proclamação da Emancipação Política do Brasil, que por muitas décadas permaneceu cristalizada no imaginário coletivo: o príncipe D.…

Coroas Reais: os símbolos de autoridade e opulência no regime monárquico! – Parte II

Por: Renato Drummond Tapioca Neto Considerada o símbolo mais representativo do poder dos antigos reis e imperadores, a Coroa e os outros elementos da Regalia Real, como o Orbe e o Cetro, estavam presentes nas cerimônias de coroação dos monarcas europeus desde a Idade Média, sendo igualmente utilizadas em outras cerimônias oficiais de Estado, como…

Uma Imperatriz austera: Dona Teresa Cristina e a moda no Rio de Janeiro do Segundo Reinado!

Por: Renato Drummond Tapioca Neto Nos cerimoniais do regime monárquico, a moda exercia uma função muito mais do que meramente decorativa: ela ajudava a compor a imagem dos soberanos de forma a que representassem seus poderes enquanto monarcas reinantes. Os trajes usados em eventos oficiais da Coroa eram cuidadosamente pensados para traduzir uma mensagem política…

Site da Biblioteca Nacional inaugura exposição online sobre D. Isabel, “A princesa que não chegou a reinar”!

Por: Renato Drummond Tapioca Neto Uma das personalidades mais controversas da história do Brasil, a princesa D. Isabel ainda levanta calorosos debates entre os pesquisadores sobre movimento abolicionista no Brasil. Por ter seu nome relacionado à lei que extinguiu o cativeiro de pessoas negras no país em 13 de maio de 1888, alguns a consideram…

Leopoldina, Amélia e Teresa Cristina: como as imperatrizes do Brasil ajudaram a forjar a nação!

Por: Renato Drummond Tapioca Neto Durante séculos, o protagonismo feminino na história foi subjugado pelas estruturas patriarcais de poder, que colaboraram para invisibilizar ou demonizar a presença das mulheres no espaço público. No passado luso-brasileiro, as crônicas referentes aos reinados do período moderno se recordavam delas ora como santas, ora como loucas ou lascivas. No…

Uma coroa de tristezas: paixão e declínio nas vidas de sete princesas marcadas pela tragédia! – Parte II

Por: Renato Drummond Tapioca Neto Quando pensamos em príncipes e princesas, nosso imaginário, talhado pelas histórias infantis, remete-nos àquele universo dos contos de fadas modernos, nos quais a mocinha e o herói precisam vencer as adversidades para encontrar seu final feliz. Quando olhamos para a História, porém, tomamos consciência de que o “felizes para sempre”…

Estadistas, Santas e Guerreiras: mulheres e a luta feminina pela independência do Brasil!

Por: Renato Drummond Tapioca Neto Durante séculos, o mundo da política, das armas e da guerra foi associado à construção da masculinidade. Espadas, punhais, rifles e pistolas eram símbolos que permitiam ao homem representar a sua virilidade através da violência e da conquista sexual. Neste universo, a participação das mulheres permanece bastante obliterada por uma…