Edição de Abril da revista História Viva: “A Redescoberta do Império”

Por: Renato Drummond Tapioca Neto

A partir dos idos do final da primeira década do século XXI, vem se notado um crescente interesse por parte dos historiadores e escritores brasileiros pela fase monárquica da História de nosso país. Todavia, como podemos ver ao se tomar como referência os livros de Laurentino Gomes, e alguns outros da irreverente Mary Del Priore, observa-se que o fator predominante nas páginas de tais obras concentra-se mais na riqueza de passagens referentes à vida dos principais agentes históricos desse período, a exemplo de D. Pedro I, e de sua primeira esposa, D. Leopoldina de Habsburgo. Desde então, diversas outras publicações veem tentando esclarecer mistérios até então não desvendados, no intuito de reescrever fatos e lançar maior luz sobre os mesmos. Um grande salto nesse quesito foi obtido quando os resultados da pesquisa da Arqueóloga e Historiadora Valdirene Ambiel vieram à tona em fevereiro deste ano. Muitos periódicos, como a ISTOÉ, e reportagens televisivas propalaram as incríveis análises da dita pesquisadora. Agora é a vez de a revista História Viva apresentar sua contribuição:

História Viva - edição 114

Capa da edição de Abril da revista “História Viva”, contendo um retrato de D. Pedro I, executado por Simplício Rodrigues de Sá..

Com 26 páginas de matéria, a edição do mês de Abril da História Viva traz para o leitor uma impressionante entrevista com a pesquisadora Valdirene, na qual ela revela alguns detalhes de seu trabalho com os despojos da família Imperial brasileira, sepultada na cripta do Monumento ao Centenário da Independência (localizado no bairro do Ipiranga, em São Paulo). Não obstante, alguns outros escritores dão brilho à edição: entre eles, o célebre Ronaldo Vainfas, (autor de A Heresia dos Índios, entre tantos outros livros sobre a história do Brasil), que dedica seis páginas à memória de nosso primeiro imperador constitucional; além dele, completam o estudo os textos de Paulo Rezzutti (autor de Titília e o Demonão e Domitila: a verdadeira história da marquesa de Santos), sobre a Imperatriz D. Leopoldina, e também acerca da famosa amante de D. Pedro I, nobilitada pelo mesmo com o título de Marquesa de Santos; por fim, há um interessantíssimo artigo sobre D. Amélia de Leuchtenberg, escrito por Cláudia Thomé Witte, que está a preparar uma biografia da segunda consorte do imperador.

O portal Rainhas Trágicas traz então para você, nosso leitor, os scans em alta definição da matéria da História Viva, edição 114 do mês de Abril. Para fazer o download dar imagens, basta clicar aqui.

ps. Ao baixar o arquivo, deixe-nos um comentário nessa postagem. Grato!

Anúncios

5 comentários sobre “Edição de Abril da revista História Viva: “A Redescoberta do Império”

  1. interessante , a revista História Viva sempre esclarece dúvidas para os leigos e deixa os historiadores e futuros historiadores satisfeitos , obrigada pela disponibilização desse material.

    Curtir

  2. Parabéns por disponibilidade esse conteúdo, amo estudar história e principalmente quando tem conteúdo tão interessante como os dessa revista. .

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s