Imperatriz Dona Leopoldina ganhará exposição organizada pelo Museu Histórico Nacional

Por: Renato Drummond Tapioca Neto

Maria Leopoldina de Habsburgo-Lorena, arquiduquesa da Áustria e Imperatriz do Brasil, é uma das personagens mais incríveis da história nacional. Esposa de D. Pedro I, ela desempenhou um importante papel no processo de emancipação política do país, embora sua atuação ser pouco conhecida pelos brasileiros. A maioria dos que se recordam dela, associam-na à imagem de uma mulher traída e triste, e não como grande soberana que foi. Contudo, esse quadro sofreu um significativo revés quando em fevereiro de 2013 a arqueóloga e historiadora Valdirene Ambiel divulgou os resultados de suas pesquisas feitas com os remanescentes humanos da monarca, sepultados na cripta dentro do Monumento ao Centenário da Independência, em São Paulo – SP. A partir de então, se observou entre a imprensa e o público em geral, maior interesse sobre a vida da primeira Imperatriz consorte do Brasil. Agora, uma exposição sobre ela está a ser organizada pelo Museu Histórico Nacional.

Dona Leopoldina presidindo sessão do Conselho de Estado, por Georgina de Albuquerque.

Dona Leopoldina presidindo sessão do Conselho de Estado, por Georgina de Albuquerque.

O evento, que acontecerá em outubro, terá a ajuda da escola de samba carioca Imperatriz Leopoldinense, que emprestou ao museu diferentes objetos associados à Dona Leopoldina e sua relação com a cultura brasileira, tais como baús, coroas e fantasias que foram utilizadas pela escola de samba em seu último desfile. Segundo Luis Antonelli, um dos responsáveis pela amostra,

O núcleo inicial da exposição conta com objetos emprestados pela escola de samba Imperatriz Leopoldinense, fazendo toda uma chamada das observações populares onde o nome da princesa está aparecendo: na estrada de ferro, na música popular, em inúmeros nomes de cidade, ruas, toda uma cultura em torno do nome da princesa.

Por enquanto, os objetos emprestados permanecem amontoados no armazém da escola de Samba, esperando serem transportados pelo Museu Histórico Nacional. Só podemos louvar a atitude dos organizadores do evento, juntamente com a Imperatriz Leopoldinense, por se preocuparem em resgatar a imagem de Dona Leopoldina, tornando-a acessível não apenas a uma classe favorecida, mas a todos aqueles que se interessarem.

Fonte: YAHOO Notícias

Anúncios

3 comentários sobre “Imperatriz Dona Leopoldina ganhará exposição organizada pelo Museu Histórico Nacional

    • Que Incrível, Emanuel. Adorei a sua iniciativa. É uma forma bem dinâmica de mostrar para os estudantes a importância de Dona Leopoldina na história do Brasil!

      Curtir

  1. Coitada, bem merece! Grande casamento negociado pelo Marquês de Marialva, D. Pedro Meneses Coutinho, que se arruinou em Viena para dar a ideia de um Brasil cheio de ouro e diamantes na corte austríaca que era na época a grande potencia europeia continental. A inocente Leopoldina, que tinha lido Rousseau, lá foi à procura do «Bom Selvagem» e só encontrou uma muito problemática corte portuguesa no Brasil. Mulher invulgarmente culta, interessada em botânica, zoologia e mineralogia, foi-se deixando abater pelo calor e por tudo o mais, mas ainda teve tempo para ajudar D. pedro na aventura da independência.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s