Retrospectiva 2015 no Rainhas Trágicas e o que vem por aí…

Mais um ano se passou, deixando como presente uma série de conquistas para o nosso blog. Não poderia estar mais feliz por ver o quanto esse projeto, a princípio simples e modesto, cresceu. Hoje, o Rainhas Trágicas recebe cerca de 2.000 acessos por dia e 60.000 ao mês. Acredito que esse resultado seja o reflexo de uma maior interação com o público de leitores, que vêm dando sugestões valiosas para ampliar o conteúdo da página. Não obstante, fizemos novas parcerias com outros blogs da rede, o que nos deu maior visibilidade. Com o apoio de sites como Literatortura, Fashionatto e Causas Perdidas, para quem colaboro enviando matérias, nossos posts conseguiriam maior divulgação, a exemplo da série de textos “As rainhas na obra de George R. R. Martin”, publicada recentemente no Literatortura. Com efeito, um dos maiores prazeres do blog em 2015 foi poder ter narrado para vocês, caros leitores, a estória de uma princesinha encantada no imaginário popular.

Foto digitalmente colorida de Anastásia Romanov.

Foto digitalmente colorida de Anastásia Romanov.

Anastásia Romanov fez parte da infância de muitos leitores do Rainhas Trágicas, inclusive da minha. Graças ao filme homônimo da 20th Century Fox, lançado em 1997, conhecemos a tragédia dos Romanov e choramos ao descobrir que a nossa Anya não sobreviveu como gostaríamos que tivesse acontecido. Por outro lado, Anastásia ganhou uma nova vida, através da imaginação e do carinho daqueles que se importam com ela. Todos os posts aqui publicados sobre os Romanov foram um verdadeiro sucesso e estão entre os mais visualizados do ano, o que só demonstra o fascínio que a última família de governantes da Rússia imperial ainda exerce no público. Para 2016, gostaria de ressaltar que novos textos sobre o czar Nicolau II, a czarina Alexandra e seus descendentes serão publicados, atendendo assim aos desejos de muitos dos leitores. Porém, eles não serão os únicos comtemplados pelo nosso blog no ano que vem. Preparei uma pequena lista, com algumas das personalidades que pretendo abordar:

  1. Margarida de Valois, a famosa rainha Margot
  2. Imperatriz Catarina II da Rússia, a Grande
  3. Imperatriz Elizabeth da Áustria, Sissi
  4. Rainha Ginga (ou Nzinga)
  5. Maria I de Portugal
  6. Cristina da Suécia

Além destas, continuaremos a escrever sobre outras monarcas já abordadas por aqui, como Isabel I de Castela, Imperatriz Leopoldina, Ana Bolena, Maria Antonieta, entre outras. Caso ainda não saibam, inauguramos uma nova série de textos na página “Palácios, Falácias e História”, intitulada: “Vitória I do Reino Unido: retrato de uma mulher”. Pretendemos publicar todos os posts referentes à vida da rainha Vitória em 2016. Como muitos de vocês criaram um carinho especial por Mary Stuart, devido à série de televisão da CW, “Reign”, gostaria de enfatizar que mais textos sobre ela estão a caminho. O dia 8 de fevereiro marca o aniversário de sua execução e, portanto, publicaremos alguns posts sobre o julgamento e morte dessa trágica soberana da Escócia, tal como fizemos com sua descendente no final do século XVIII, Maria Antonieta. Neste ano que se passou, meu interesse por Antonieta cresceu muito: criei uma página no facebook sobre ela, a primeira no Brasil, e inclusive tive um bolo de aniversário decorado a la reine.

Meu bolo de aniversário, decorado com uma Maria Antonieta em pasta americana, deito pela Deborah Dias.

Meu bolo de aniversário, decorado com uma Maria Antonieta em pasta americana, feito pela Deborah Dias.

Em 2 de outubro de 2015, o Rainhas Trágicas completou 3 anos de existência, embora o espaço já existisse desde maio de 2012, atendendo pelo nome de Palácio de Mnemosine. Apesar dos projetos bem-sucedidos que consegui realizar com o blog, é preciso dizer que minha maior parceria é com vocês, caríssimo leitor e leitora. Sem o vosso feedback, o Rainhas não existiria. Mais novidades nos aguardam em 2016. Estou fazendo novos acordos profissionais e, se tudo der certo, talvez vejamos as nossas queridas soberanas dando as caras nas livrarias. Mais do que isso não posso revelar, pelo menos ainda. Ao longo desses 3 anos, encontrei muitas pedras no caminho, devido a certas pessoas que diminuíram meu trabalho e até mesmo o desmereceram. Felizmente, tenho ao meu lado um público de leitores assíduos, que sabem criticar de forma construtiva. Para aqueles incomodados sobre o que eu escrevo, cabe como resposta a frase falsamente imputada a Maria Antonieta, mas que se aplica perfeitamente nesse contexto: “que comam brioches”! Feliz 2016 para todos vocês, caros leitores e amigos! Com os mais sinceros votos de felicidade,

Renato Drummond Tapioca Neto

Anúncios

7 comentários sobre “Retrospectiva 2015 no Rainhas Trágicas e o que vem por aí…

  1. Esse blog é sensacional, acabo perdendo horas e horas (muitas vezes no trabalhando) lendo, e simplesmente não me canso. Riquíssima informação, conteúdo e dinâmica, que prende o leitor e simplesmente faz com que a gente se apaixone pela história!
    Vim aqui porque sou apaixonada pela era vitoriana, pela história de Maria Antonieta e todas essas grandes mulheres, e me encontrei simplesmente fascinada pela família Romanov, então mal posso esperar por mais textos dessa incrível dinastia que assim como eu, deixou muitos interessados e encantados.
    Enfim Renato, apenas gostaria de agradecer pelo seu carinho com os leitores e nos proporcionar tamanha qualidade!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s